Powered by BannerFans.com

sábado, 1 de dezembro de 2012

PABÚ (Programa de Artesanato Brasileiro Único)

Quentes vozes femininas
Generosas e gentis
Confiantes no futuro
Conscientes do presente
Do grande encontro da vida
Até as ave-marias
Tão cheias em suas graças
Mantem senhores convosco
Benditas sois vós, mulheres
E os frutos de vossos frutos
E os frutos de nossos ventres
De Marias mães de humanos
Rogando pelos seus deuses
Agora e por toda a vida
Além das horas da morte...

sábado, 24 de novembro de 2012

Novos Rumos

Selecionada para a capacitação do PAB! Eba! Muito Grata!


http://www.sutaco.sp.gov.br/iolanda.jpg

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

terça-feira, 11 de setembro de 2012

Aprender e Ensinar

http://cenpec.org.br/agenda/index/ano/2012/mes/8
3o. Concurso Aprender e Ensinar 
Estão abertas até o dia 5 de outubro as inscrições para o Concurso, que busca reconhecer e disseminar o uso de tecnologias sociais na educação.
A Ação Educativa promove nesta quinta (23) debate sobre as políticas do Estado de São Paulo voltadas para o Ensino Médio. Mais informações na Agenda do Portal Cenpec

quinta-feira, 16 de agosto de 2012

Sementina, flor menina (tecido e bordado)

No campo de algum lugar
Vivia um monte de mato...
Disse mato? Desacato!
Se todo capim é mato,
Nem todo mato é capim...
Mas esse mato era, sim,
Nascido nesse lugar,
Cuja história vou contar:
Não uma história vulgar,
Igual a outras, assim,
Mas a vida do capim
E não de todos, enfim,
Somente de uma semente
E a história começa assim:

Se junta capim num susto:
Sem trabalheira e sem custo,
Bastando que a chuva caia
E quando menos se espera
Nem se não for primavera
O capinzal já se espraia...

Essa semente era filha
De mãe de grande família
Apesar da pouca idade.
O pai, novinho tambem,
Nem todos tratava bem,
Detestava novidade!

Matagal abandonado,
Tanto mato relaxado,
Crescendo por todo lado,
Sendo tudo mal criado!

Semente, ainda na espiga,
Já começava a intriga
Prá ver quem podia mais:
Um batia, outro apanhava,
O pai então se danava
E assim ninguem tinha paz...

Então, surge, de repente,
Nossa heroína semente
No meio da confusão.
Não conseguiu ter agrado:
- Estou no lugar errado!
Pensou com seu coração.
Olhando praquilo tudo,
Resolveu: "Daqui me mudo!"
Com toda convicção.

Ficava sempre fechada,
Cercada pelos irmãos.
Quando era provocada,
Comia a provocação.
Nunca brigava por nada.
A tudo renunciava
Ou então se consolava
Dizendo: "Não quero, não..."

Dormia muito e sonhava
Todo tempo que podia.
Só podia o que sabia,
Não sabia o que esperava...

Um dia, estava sonhando
E sentiu passar voando
Duas asas de beleza
Pousando prá descansar...
Aproveitando o descanso,
Perguntou, com jeito manso:
- Poderia, vossa alteza,
Me ensinar a voar?

A monarca, sendo bela,
Era tambem já sofrida
E ficou tão comovida
Que logo falou com ela:
- Tente ser levada ao vento,
Espere o melhor momento,
Se jogue na ventania!
Vá em busca de alegria!

- Sou grata a vossa bondade!
Ganhei oportunidade
De mudar a minha sina!
- Não tem de quê, pequenina...

E assim, no vento levada,
Sumiu dali a menina...
Ninguem nunca soube nada
Da semente peregrina.
Mas a dona borboleta,
Que me contou essa história,
A mim revelou a glória
Da sementinha xereta:

Chegou bem longe dali
E adormeceu de cansada.
Em terras que nunca vi,
Aos poucos foi enterrada.

Quando acordou, era escuro,
Quentinho e aconchegante,
Sentia-se muito bem...
Olhando prá cima: um furo,
Que alcançou nun instante.
Saiu e não viu ninguem...
Sentiu, então, a si mesma:
Achou-se bem diferente.
No ar, de leve, um odor...
Viu a seu lado uma lesma
Que dizia ao sol nascente:
- Olha: nasceu outra flor!

terça-feira, 7 de agosto de 2012

Criando...

"Criar talvez seja apenas recordar profundamente..." (Rilke)

sexta-feira, 3 de agosto de 2012

Salada Vegana

Abacate
Trigo hidratado
Abóbora
Gergelim
Gengibre
Azeite
Vinagre de Maçã
Shoyu ou Sal

quinta-feira, 19 de julho de 2012

Escola de Redes

Acabo de ser aceita na Escola de Redes!!!!! Agora é aprender a aprender com todos e multiplicar os aprendizados em experiências inovadoras...

terça-feira, 12 de junho de 2012

Minha mão esquerda!

Ainda bem que tenho duas mãos! Feliz Dia dos Namorados para minhas duas mãos! Olha esse casal:

sábado, 9 de junho de 2012

terça-feira, 22 de maio de 2012

Para "Escola de Mulheres"

Casal para teatro de animação. Faces em biscuit, empunhadura em madeira, articulações em arame e caracterização reutilizando materiais diversos.

Tear

Tecido em andamento: urdidura em sisal e trama em fio de seda artesanal.

terça-feira, 24 de abril de 2012

Crença Pessoal em Fatos Públicos

Não crio peças reaproveitando PET ou Tetrapak pois acredito que interfere negativamente no processo de reciclagem industrial que encontra-se em desenvolvimento (www.rotadareciclagem.com.br).
Caso utilizasse estes materiais, estaria desviando volume de um mercado que espero que se desenvolva e dificultando a futura reciclagem destas embalagens que estariam misturadas a outros materiais para compor a peça.
Esclareço pois sei que muitos contratantes procuram oficinas de reciclagem com estes materiais. Sugiro utilizar outras embalagens para a oficina e aproveitar o volume de PETs e Tetrapaks coletadas para propor projetos de coleta seletiva ou ações educativas para questões socioambientais.

Máscara de menino


quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

Pequenos toques

Suporte para mini planta no banheiro, sinalizador para o canto do lixo e um colar descolado, aproveitando embalagens de shampoo...



segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012